Notícia

CONTROLADORIA

Controladoria Geral do Estado
Sexta, 30 Agosto 2019 13:21
Controle Interno

Controladoria-Geral do Estado apresenta projetos e resultados para os municípios alagoanos

Primeira edição do CGE Presente desembarcou na cidade de Capela

Controladora-geral do Estado apresentou as atividades desenvolvidas pela CGE Controladora-geral do Estado apresentou as atividades desenvolvidas pela CGE Igor Nascimento
Texto de Livia Leão

A Controladoria-Geral do Estado (CGE) lançou o projeto "CGE Presente" que busca apresentar aos municípios as atividades desenvolvidas pelo órgão de controle interno. A primeira edição desembarcou na cidade de Capela, nesta quinta-feira (29).

A controladora-geral do Estado, Maria Clara Bugarim, explica que o objetivo da ação é destacar a importância do órgão de controle interno para o Estado e os municípios. "Queremos desmistificar a imagem que a CGE é burocrática e inacessível. O controle interno é extremamente necessário para otimizar a gestão e auxiliar o chefe do Poder Executivo, visando a eficácia e a economicidade dos gatos públicos. A Controladoria é o órgão central do controle interno do Poder Executivo Estadual e tem a missão de auxiliar o Governador, além de ampliar o controle do uso dos recursos e do patrimônio do estado e incrementar a transparência, oferecendo ferramentas para o controle social".

A importância do monitoramento e do acompanhamento dos contratos, dos convênios e das licitações para o fiel cumprimento da legislação, também foi pontuada pela controladora. Além disso, a CGE apresentou as ferramentas de controle social desenvolvidas pelo órgão de controle interno. "Cada vez mais, estamos ao lado do cidadão e queremos a efetiva participação da sociedade. Desenvolvemos plataformas, como o e-SIC e o e-Ouv, para estimular essa relação e aproximar o cidadão da gestão pública".

Além da controladora, a equipe da Superintendência de Correição e Ouvidoria (Sucor) participou do encontro, apresentando particularidades dos sistemas e a atuação dos servidores responsáveis pela Lei de Acesso à Informação (LAI) no órgão. "Estamos à disposição dos municípios que queiram conhecer o trabalho desenvolvido na Controladoria e queiram capacitações para troca de experiências sobre as ferramentas de controle social", explicou Maria Clara.